Fórum reuniu representantes de entidades ligadas à pessoa idosa em Sergipe

O ‘I Fórum da Pessoa Idosa’ aconteceu na tarde desta quarta-feira (23), na sede da Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (CAASE), em Aracaju, e discutiu o tema ‘Políticas Públicas: Atualidades e Perspectivas’. Um assunto de extrema importância somado a questões como saúde, acessibilidade, trabalho, educação e qualidade de vida da pessoa idosa, aprofundados por especialistas.

O evento foi realizado pela Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (CAASE) e pela Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Sergipe (OAB), através das respectivas comissões Sênior e de Direitos da Pessoa Idosa.

“Infelizmente, a comunidade idosa ainda é esquecida nas Políticas Públicas e o Fórum vem fortalecer a luta, voltando o olhar para os idosos do presente e para os que em breve chegarão a esta fase da vida. É nesse momento, na melhor idade, que depois de tanta batalha na sociedade eles necessitam do nosso apoio. A CAASE e a OAB/SE, que são a Casa da Cidadania, a Casa do Povo, agradecem a todos que se somaram em prol da causa”, afirmou a presidente da CAASE, Hermosa França.

“Nós não podemos viver o presente e nem podemos programar o nosso futuro sem valorizar aqueles que nos fortaleceram, nos deram a vida, nos deram carinho, aconchego, que derramaram suor para que pudéssemos estar aqui hoje. Além das Políticas Públicas, eles precisam que estendamos as mãos e saiamos em sua defesa”, afirmou a vice-presidente da OAB/SE, Ana Lúcia Aguiar, que no evento representou o presidente Inácio Krauss.

“Este é um momento ímpar. Sairemos daqui convictos do que ainda temos a fazer. Envelhecer não é ser velho, não é ser esquecido. Envelhecemos todos os dias e o processo começa desde o momento do nosso nascimento. Não é apenas um critério de faixa etária. O encontro vem para desmistificar os rótulos colocados nas pessoas idosas, mostrando que é possível ter uma bagagem e ainda conviver com o espírito jovial”, pontua a presidente das comissões Sênior e de Direitos da Pessoa Idosa, Lenieverson Menezes.

Exemplo e Superação

Antes das discussões, os participantes do Fórum acompanharam a apresentação dos idosos do Grupo de Capoeira Mangaliza, do município de Nossa Senhora do Socorro (SE), criado em 2015 no Projeto Artes Integrada. O método adotado une arte e saúde, melhorando o desempenho  físico, correção postural, aumento do reflexo, capacidade cardiorrespiratória e, consequentemente, o condicionamento físico.

Atualmente cerca de 40 idosos, com histórias de superação de câncer, depressão e de dificuldade de locomoção, participam do trabalho que percorre o estado através dos convites, como o do Fórum da Pessoa idosa, para mostrar o exemplo de envelhecer com qualidade de vida. “É sempre bom levar essas histórias ao conhecimento da população. Uma história que neste 24 de outubro completa cinco anos”, conta o fundador do grupo José Roberto de Santana, ‘Mestre Mangaliza’.

Solidariedade

Quem se disponibilizou a participar das discussões também  fez o gesto solidário de trazer um pacote de fraldas geriátricas para a campanha da CAASE, que este ano ajudará aos idosos que lutam contra o câncer e são atendidos pela Associação dos Amigos da Oncologia (AMO) de Aracaju.

As doações podem se entregues até o dia 19 de novembro na CAASE, OAB/SE, TRT, Fórum Gumersindo Bessa (na capital); nas salas da OAB nos Fóruns de Estância e Propriá; além das sedes da OAB/CAASE em Itabaiana e Lagarto. Mais informações pelo número (79) 3211-8718.